Bravo!Trader

Para Investidores e Empreendedores

Os índices acionários de Nova York fecharam em forte alta nesta segunda-feira (5), com o Dow Jones e o S&P 500 anotando novos recordes, impulsionados pelo otimismo com a recuperação econômica americana, após a divulgação de dados melhores do que o esperado do mercado de trabalho e do setor de serviços nos Estados Unidos.

O Dow Jones fechou em alta de 1,13%, a 33.527,19 pontos, o S&P 500 subiu 1,44%, a 4.077,91 pontos, e o Nasdaq avançou 1,67%, a 13.705,59 pontos.

Os índices operaram em alta desde a abertura do pregão desta segunda, impulsionados pelo relatório de emprego nos EUA (o chamado “payroll”) melhor do que o esperado, divulgado na última sexta-feira (2), dia de mercados fechados. O “payroll” indicou que o setor privado gerou 916 mil novos postos de trabalho em março, anotando o melhor resultado desde agosto e quase o dobro dos 468 mil empregos criados em fevereiro.

Hoje, o mercado de ações nos EUA também recebeu impulso com a divulgação do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços do Instituto para Gestão da Oferta (ISM), que subiu a 63,7 pontos em março, de 55,7 pontos da leitura de fevereiro, o que representa a sua melhor leitura já registrada, batendo com folga o recorde anterior, de 60,9 pontos, anotado em outubro de 2018.

Anthony Nieves, presidente do comitê de pesquisa de serviços do ISM, aponta que o PMI começou a ser registrado em 2008, mas, mesmo considerando os dados coletados anteriormente, a leitura mais alta para o PMI teria sido em agosto de 1997, quando foi calculado em 62 pontos, com base nos dados que compõem o índice.

De acordo com James Knightley, economista-chefe internacional do ING, o dado recorde de atividade do setor de serviços “sugere que a criação de 916 mil vagas, divulgada na sexta-feira, provavelmente será superada em abril, com mais gastos e mais movimentações de pessoas exigindo mais empregos para satisfazer a demanda”. O economista disse, em nota, que espera que a criação mensal de empregos passe de um milhão até junho.

Impulsionados pelo otimismo com a recuperação econômica americana, os ganhos em Nova York foram bastante amplos, com destaque para os setores de consumo discricionário (+2,28%), serviços de comunicação (+2,27%) e tecnologia (+2,02%), que lideraram os ganhos no S&P 500. O único setor do índice amplo a fechar em queda foi o de energia, que recuou 2,41%, pressionado pela queda acentuada dos preços do petróleo.