Bravo!Trader

Para Investidores e Empreendedores

O Prêmio Abecip de Jornalismo chega à maioridade retratando a história de modernização e crescimento do crédito imobiliário no Brasil. Em 2003 os financiamentos equivaliam a 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB), já em 2021 esse número saltou para quase 10%, avançando em ritmo sustentável e permitindo que cerca de 600 mil famílias realizem a cada ano o sonho da casa própria. Promovido pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), é um dos mais tradicionais e longevos prêmios ao trabalho da imprensa no país. Em sua 18ª edição, destaca onze reportagens, sendo dez prêmios, um grande prêmio e um veículo do ano.

“O setor tem uma complexidade, uma especificidade, que a imprensa especializada consegue traduzir para a sociedade, seja com reportagens de educação financeira, trabalhos investigativos ou análises que trazem para o público em geral as profundas transformações pelas quais o nosso mercado vem passando”, afirma Cristiane Portella, presidente da Abecip.

As reportagens vencedoras em 2021 foram selecionadas entre 71 inscritas, em três categorias: crédito imobiliário e o mercado de imóveis, fontes de recursos para o financiamento imobiliário e segurança jurídica, educação financeira e responsabilidade social da construção civil. O júri é composto por sete pessoas, a maioria sem vínculo profissional com a Abecip.

Os trabalhos vencedores de 2021 foram veiculados em jornais, revistas, sites, emissoras de TV e de rádio, de cinco estados diferentes: Ceará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

Mercado disputado

Fundada em 1967, com a missão de desempenhar papel decisivo na estruturação do crédito imobiliário do país, a entidade lançou o Prêmio Abecip de Jornalismo em 2003, para promover o debate público sobre um segmento de crédito que havia enfrentado o desafio da hiperinflação dos anos 1980 e que é muito relevante para a população, além de ter enorme potencial de crescimento, a exemplo do que se verifica em inúmeros países de todo o mundo.

A iniciativa contribuiu para um aumento do conhecimento sobre um setor que já apresentava grandes inovações, como a criação de mecanismos testados e aprovados em outras áreas de atividade, caso da alienação fiduciária e do patrimônio de afetação. Esses instrumentos jurídicos conferiram ampla segurança para mutuários, incorporadores e financiadores, o que tornou possível o avanço firme da atividade. Em plena pandemia, o crédito imobiliário concedido pelos bancos que captam recursos vias cadernetas de poupança tem batido recordes.

Em 2003 os financiamentos equivaliam a 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB), agora em 2021 esse número saltou para quase 10% — Foto: Arte/G.Lab

Há um aumento consistente do crédito e da concorrência entre os players, avalia Cristiane Portella. “A abertura promovida pelo Banco Central tem forjado um mercado mais próspero. Esse fator, aliado ao crescimento do crédito disponível, gera uma disputa de mercado intensa, em benefício do mutuário final, que passa a contar com melhores produtos a preços mais competitivos”.

O financiamento imobiliário é um catalisador para o setor, diz Filipe Pontual, diretor-executivo da Abecip. “Tem papel crucial para toda cadeia de produção, que resulta na capacidade de oferecer moradia para as famílias brasileiras”.

Conheça os vencedores

Em 18 anos de premiação, centenas de jornalistas de todo Brasil se inscreveram no Prêmio Abecip de Jornalismo. Ao todo, mais de 220 reportagens foram agraciadas.

Até 2019, as premiações foram presenciais, em concorridas cerimônias. No biênio 2020/2021, optou-se pela forma remota, em decorrência da pandemia. “O Prêmio Abecip de Jornalismo se tornou uma tradição no setor”, enfatiza Pontual. “Convidamos desde já os membros da imprensa a participar da 19ª edição, a ser realizada em 2022”, anuncia.

Confira agora a lista completa dos vencedores do Prêmio Abecip de Jornalismo:

Zuila Frutuoso, David Duarte, Ewerton Lima – TV Cabo Branco (PB) – Volta por cima: Mesmo na pandemia, mercado imobiliário aquece na Paraíba

Lorena Malucelli Pelanda – Rádio Band News FM (PR) – Setor imobiliário comemora expansão em plena pandemia

Cassia Regina Rocha de Almeida – O Globo (RJ) – País fica sem politica para 42% das famílias sem casa

Karla Mamona, Marcelo Sakate, Bianca Alvarenga, Marilia Almeida, Beatriz Quesada – Exame (SP) – A nova onda dos imóveis/Tendências de Compras/Fundos Imobiliários

Fernanda Guimarães – O Estado de S.Paulo (SP) – Venda de imóvel reforça caixa de empresas

Isabela D’Azevedo Leite, Julia Affonso, Leandro Matozo, Cadu Novaes – GloboNews/G1 (SP) – Receita identifica irregularidades em fundos imobiliários que causaram prejuízo de até R$ 550 milhões

Circe Bonatelli – Agência Estado (SP) – ‘Fintequização’ faz imobiliáris concorrerem com banco – e receita financeira explode

Sergio Tauhata Ynemine – Valor Econômico (SP) – Selic Mais Alta Pressiona Taxa do Crédito Imobiliário

Amanda Lemos, Fernanda Brigatti – Folha de S.Paulo (SP) – Corrida por entrega rápida aumenta demanda por galpões industriais

Veículo do Ano – Diário do Nordeste (CE)